Os Últimos Dias
de Glória
O que é RPG
Página Principal
A Comitiva da Fé
Definição
Histórias
Última História
Personagens
Jogadores
Galeria de Arte
Diversos
Forgotten Realms
 Definição
 Geografia 
 Divindades
 O Mundo
 Organizações
 Personagens
Artigos
 Galeria
Suplementos
Autores
Site
 Matérias
 Downloads
 Notícias
 Parceiros
Links
 Sobre o Site
 Glossário
 Créditos
Mensagens Arcanas
E-mail


powered by FreeFind


Maiores Divindades de Faerûn


Arte por Michael Kaluta
Clique para abrir imagem maior
(Imagem: Faiths and Pantheons)


(Grande Deus)
Carvalho Pai, o Pai da Floresta, a Árvore Pai

Símbolo: Folha verde de carvalho
Portifólio: Natureza selvagem, druidas.
Domínios: Animal, Planta, Proteção, Renovação, Água.
Arma Favorecida: "A Grande Marreta de Silvanus" (martelo)

Silvanus é benéfico e paternal para todos os seus seguidores. É emocionalmente distante quando vêm a necessidade de se ter um equilíbrio entre a natureza e a fúria daqueles que ameaçam os locais selvagens. Ele é adorado por todos aqueles que vivem ou dependem das regiões selvagens ou remotas do mundo. Sua grande marreta derruba árvores para prevenir o alastramento do fogo .
Sua igreja favorece mais as pequenas comunidades do que cidades grandes, apesar de grupos de clérigos trabalharem nessas, criando jardins e áreas de vegetação selvagens nos limites urbanos e rezando pela paz e a pureza da natureza, em contraposição ao ódio e a corrupção da cidade. A maioria do seu clero é formada de druidas que trabalham independentemente, com outros druidas em um círculo, ou com rangers na floresta.

Seu clero trabalha para conservar o equilíbrio das forças da natureza, gastando muito de seu tempo impedindo ou revertendo a invasão da civilização. Os métodos dos clérigos as vezes envolvem o patrocínio à marginais ou a colocação de predadores - atividades feitas em segredo para que os forasteiros continuem a ver os clérigos como bondosos amantes das árvores. Cuidando das plantas, curando animais doentes e replantando árvores, eles fazem uma publicidade positiva na promoção de sua imagem.

Clérigos e druidas de Silvanus preparam feitiços ao por-do-sol e à luz da lua. Os dias sagrados são o Greengrass, a noite de Midsummer, o Highharvestide, e a Noite em Que a Floresta Anda. Neste último, o deus trabalha sem descanso: as árvores se movem, riachos mudam de curso, cavernas se fecham e se abrem, as criaturas da floresta se agitam e a mágica da floresta é fortalecida. Oferendas feitas à Silvanus nunca são de sangue. Normalmente são feitas com madeira que é enterrada ao redor de árvores antigas no topo de uma colina.

História/Relacionamentos: Como Oghma, Silvanus é uma antiga entidade com muitos laços nos outros planos. Chauntea é sua aliada, e as outras divindades naturais e animais o servem de bom grado. Ele se opõe à Malar, Talos e Talona, três seres que apreciam a destruição e sempre prejudicam o equilíbrio.

Dogma: Silvanus vê o equilíbrio em tudo, enchentes e secas, fogo e gelo, vida e morte. Mantenha distância e a mantenha em todas as situações, prefira isto do que ficar preso a idéia do povo sobre o que é o melhor. Tudo é um ciclo, cuidadosamente e maravilhosamente equilibrado. É o dever do devoto ver claramente este ciclo e o Equilíbrio sagrado tão claro quanto for possível.. Faça outros verem o Equlíbrio e trabalharem contra aqueles que o perturbam. Vigie, antecipe e manipule discretamente. Recorra a confrontação aberta somente quando pressionado pelo tempo ou por ações hostis. Lute contra a derrubada das florestas, cuide das doenças que encontrar, defenda as árvores e plante nova flora sempre que possível. Mate somente o necessário, e destrua o fogo e quem o utiliza.


Nos Últimos Dias de Glória:

Não há nenhum acontecimento especial envolvendo esta divindade.

Os Últimos Dias de Glória © Todos os direitos reservados 2004 - Forgotten Realms™ e seus personagens são marcas registradas da Wizards of The Coast Inc.
This page is a fan site and is not produced or endorsed by Wizards of the Coast. Forgotten Realms is a registered trademark of Wizards of the Coast, Inc.